Extrato de Malte Seco - Dry Brew 1kg


Extrato de Malte Seco - Dry Brew 1kg

  • Disponível:Em estoque

R$33,00
Compartilhar  

Extrato de Malte Seco - Dry Brew 1kg


Detalhes

Extrato de Malte Seco - Dry Brew 1kg


Receitas: 

IPA - clique aqui

Blonde Ale - clique aqui


Ficha Técnica

DESCRIÇÃO – O extrato de malte é um composto obtido basicamente pela hidrólise da cevada malteada, sendo em seguida submetido à concentração, desidratação a vácuo e moagem. Produzido de acordo com as Boas Práticas de Fabricação e obedecendo à legislação vigente. O produto é higroscópico, de grau alimentício e isento de substâncias tóxicas ou nocivas à saúde.

INGREDIENTES – Cevada Malteada.

ALÉRGICOS: CONTÉM DERIVADOS DE CEVADA. CONTÉM GLÚTEN.

APLICAÇÃO – Na cervejaria, indica-se o uso do extrato de malte na etapa de fervura. Os principais benefícios de sua aplicação na fabricação de cerveja são:  Por ser composto 100% de cevada malteada, pode ser aplicado em cervejas puro malte.  Pode ser utilizado como substituto total do malte, eliminando as etapas de moagem e mosturação.  Pode ser utilizado como complemento, de forma elevar a concentração de açúcares do mosto. Desta maneira, dá flexibilidade para a criação de receitas inovadoras, principalmente as de maior teor alcóolico.  Contem perfil ideal de açúcares fermentáveis.  Quando utilizado em conjunto com o mosto cervejeiro, pode aumentar a capacidade da cervejaria sem a necessidade de investimentos.  Adicionalmente, também pode ser utilizado para propagação de leveduras. Além da aplicação para cervejas, também pode ser aplicado em sorvetes, biscoitos, pães, cereais matinais, chocolates, achocolatados, entre outras preparações culinárias.

MODO DE USO PARA CERVEJAS O extrato de malte seco Dry Brew é produzido seguindo o processo normal de fabricação de mosto realizado em uma cervejaria. Seu diferencial está no processo de concentração e secagem, o que o torna mais estável e concentrado para uso. Pode ser utilizado como fonte única para compor o mosto da cerveja a ser produzida, ou pode servir como complemento de extrato para mostos altamente concentrados cuja capacidade do equipamento não permita tecnicamente o atingimento da concentração desejada. A) Para fabricação de cervejas cuja única fonte é o Dry Brew: 1) Misturar o Dry Brew com água cervejeira quente (>95°C). A relação Dry Brew:Água está indicada na tabela na sequência. 2) Este mosto deverá ser fervido por pelo menos 45 minutos, com a adição dos lúpulos desejados (quantidade/variedade e etapas de dosagem dependem da receita). 3) Deverá ser levado em consideração a taxa de evaporação de sua fervura. A medição da concentração do mosto primário deverá ser feita com densímetro/sacarômetro no início e fim da fervura. 4) Após a fervura, medir a concentração do mosto final (apronte). Caso este esteja mais concentrado que o desejado, adicione mais água fervida, usando a fórmula C1 x V1 = C2 x V2 (C1 = concentração do mosto medido com sacarômetro, V1 = volume de mosto, C2 concentração desejada do mosto e V2 = volume de água a ser acrescentada). Caso o mosto não tenha atingido a concentração desejada, existe a opção de ferver por mais tempo ou adicionar mais Dry Brew usando a tabela como referência. 5) Para maior precisão, sempre tenha uma régua calibrada para medir o volume real da tina e sempre leve em consideração o volume que irá evaporar durante a fervura. 6) Após resfriamento e inoculação da levedura, poderá ser iniciada a fermentação/maturação.

B) Para fabricação de cervejas cuja capacidade do equipamento de mostura não permita o atingimento da concentração desejada: 1) Aos 15 minutos do fim da fervura, medir a concentração do mosto com densímetro/sacarômetro. 2) Para calcular a quantidade de Dry Brew a ser dosado para atingimento da concentração final desejada, recorra novamente a tabela de diluição na sequência. 3) Para maior precisão, sempre tenha uma régua calibrada para medir o volume real da tina e sempre leve em consideração o volume que irá evaporar durante estes 15 minutos finais de fervura. 4) Após resfriamento e inoculação da levedura, poderá ser iniciada a fermentação/maturação.

RELAÇÃO DRY BREW:ÁGUA

Concentração do Mosto °P/Densidade Kg de Extrato para hl. (100 litros) de Mosto

1°P / 1,00390 1,1

2°P / 1,00781 2,2

3°P / 1,01174 3,3

4°P / 1,01570 4,4

5°P / 1,01968 5,6

6°P / 1,02370 6,7

7°P / 1,02774 7,8

8°P / 1,03181 8,9

9°P / 1,03591 10,0

10°P / 1,04003 11,1

11°P / 1,04419 12,2

12°P / 1,04838 13,3

13°P / 1,05259 14,4

14°P / 1,05684 15,6

15°P / 1,06112 16,7

16°P / 1,06543 17,8

17°P / 1,06977 18,9

18°P / 1,07414 20,0

19°P / 1,07854 21,1

2O°P / 1,08298 22,2

CARACTERÍSTICAS FÍSICO-QUÍMICAS (1) Aspecto Pó fino de coloração castanho claro Sabor e Odor Característicos de malte Umidade (%) Máximo 4 Densidade (g/cm3) (2) 0,300 – 0,450 Acidez (mL NaOH 0,1 N/ 10g) Máximo 25 Cor (EBC) (2) Máximo 50 Carboidratos Totais (%) Mínimo 85 Proteína (%) 5,0 – 8,0 pH (diluição a 10%) 4,5 – 6,0 Açúcares Redutores Como Maltose (%) Mínimo 60 Perfil de Açúcares Referencial (2) DP1 = 15% DP2 = 54% DP3 = 15% Matérias Estranhas Ausência (1) Pode haver pequenas diferenças nas características do produto, devido à variação natural da matéria-prima. (2) Valor de referência. Não é emitido no laudo de análise.

CARACTERÍSTICAS MICROBIOLÓGICAS (1) n c m M Contagem total de Mesófilos (UFC/g) 5 0 10.000 - Bolores e Leveduras (UFC/g) 5 0 100 - Coliformes Totais (UFC/g) 5 0 < 10 - Coliformes Fecais (2) (UFC/g) 5 0 < 10 - E. coli (UFC/g) 5 0 < 10 - Salmonella sp (2) (/25 g) 5 0 Ausência - B. cereus (UFC/g) 5 0 1000 - (1) O plano de amostragem segue os padrões da ICMSF (International Comission on Microbiological Specifications for Foods). (2) De acordo com a legislação vigente (RDC n°12 de 02 de janeiro de 2001 – item 11B).

INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS/100g (1) Valor Energetico (kcal) 383 Carboidratos (g) 88 Proteínas (g) 6,8 Gordura total (g) 0,4 Gordura saturada (g) 0 Gordura Trans (g) 0 Fibra alimentar (g) 0 Sódio (mg) 37 (1) Valores típicos de referencia.

INFORMAÇÕES NUTRICIONAIS/100g (3 ½ colheres de sopa) (1) Quantidade por porção % V.D.* Valor Energetico 383 kcal = 1609 kJ 19% Carboidratos 88 g 29% Proteínas 6,8 g 9% Sódio 37 mg 2% Não contém quantidade significativa de gorduras totais, gorduras saturadas, gorduras trans e fibras alimentares. (*) % Valores Diários de referência com base em uma dieta de 2.000 kcal ou 8400kJ. Seus valores diários podem ser maiores ou menores dependendo de suas necessidades energéticas. (1) Valores típicos de referencia.

Informação Adicional

Frete Grátis Não
Altura (cm) 15
Avalie e pergunte
Preço
Entrega
Qualidade




Confira também

please wait...